Sem Contato: Porquê Fazer Isto e Como

Sem Contato

Aregra mais importante é de longe não ter nenhum contato com o seu/sua ex- até você ter se curado.

Contato com o seu ex- é literalmente como cortar a sua cicatriz outra e outra vez: Exames de ressonância magnética mostram que só de olhar as fotos da sua ex- ativa aquelas mesmas áreas do cérebro. E o contato direto lhe dilacera. Qualquer contato, qualquer lembrete, só torna mais difícil curar-se.

Realmente não ter nenhum contato com o seu/sua ex- é duro por muitas razões. Esta é a pessoa com quem você compartilhou a sua vida, que era tão importante para você, e as suas necessidades para o seu/sua ex- é similar a um vício. Para tornar as coisas realmente piores, a dor da rejeição é incrivelmente poderosa, e todos de nós que somos rejeitados acreditamos que a única cura para esta dor é estar de novo com o ex-.

Qualquer contato atrasa a recuperação

Mas todo contato com o seu ex- só prolongará a sua cura. Eu não posso dizer quantas vezes eu tenho visto um rejeitado ou rejeitada ficar sem contato por um tempo, começar a sentir-se melhor, e então decidir "só dizer oi para o ex-"... e desaba tudo de novo. Qualquer contato que você tiver só levará você a sentir-se rejeitado de novo e de novo. É incrivelmente doloroso e só vai te manter em dolorosa tortura emocional por um período muito longo (acredite em mim, eu estupidamente me deixei passar por isto por muito tempo).

Quando você tem qualquer contato com a ex-, você não consegue controlar o que ele/ela vai dizer para você... Ou até mesmo se ele/ela dirá qualquer coisa para você. Uma coisa que eu tenho visto repetidamente é que a reação que você espera do ex- é quase sempre o que nunca acontece. E o que quer que aconteça só leva a mais dor no coração para você e lhe atrasa na cura.

Contato nenhum é para você;
não uma estratégia para ter o ex- de volta

É vital compreender que a falta de contato é para VOCÊ. Não é para fazer o seu ex- sentir a sua falta, não é uma estratégia para conseguir o/a ex- de volta. É para VOCÊ e a SUA cura. O seu/sua ex- quebrou a parceria que vocês tinham, então não existe mais uma equipe. É tudo sobre você. E a falta de contato é para ajudar VOCÊ a curar-se.

rowboat waiting to push off with no contact

Regras para a falta de contato são fáceis de dizer, mas difíceis de cumprir. sem contato significa - literalmente - sem contato. Sem ligações, sem sms´s. Apague o número do ex- ou da ex- do seu telefone (sim, faça isto). Bloqueie o ex- em todo lugar que você tiver ele ou ela. Facebook, Skype, Twitter, etc,. etc., etc. Bloqueie todas as possibilidades de atualização do seu ex- de qualquer mídia social.

[Vale comentar, há até pesquisa acadêmica mostrando que perseguir o seu ex-, até mesmo só ficando amigo dele/dela, é negativo para prosseguir e para o seu próprio desenvolvimento pessoal. Olhe a pesquisa de Tara Marshall na Universidade Brunel ("Facebook surveillance of former romantic partners: Associations with post-breakup recovery and personal growth") se você estiver interessado em detalhes.]

Sem perseguição: sem perseguição virtual, e (por favor) sem perseguição na vida real. (A última coisa que você quer, quando você finalmente despertar da sua neblina do rompimento, é perceber que você tem uma ordem de restrição contra você.. e confie em mim, eu vi uma história no ano passado de alguém que acabou assim!).

Evite até mesmo o contato indireto

A falta de contato não é somente com relação ao contato direto. Também significa tentativas indiretas de comunicar-se com o/a ex ou dar de cara com ela/ela.

Evite qualquer lugar que você acha que o seu ex- pode estar (e se isto significar desistir de alguns de seus lugares favoritos por um tempo, então faça... se houver um risco grande de dar de cara com o seu/sua ex-, não vale a pena). E sem mensagens escondidas. A sua atualização de perfil ou status no FB ou outra rede social não deve ser sobre o seu ex- ou conter maneiras ocultas de enviar mensagens para ele/ela. O ex- lhe queria fora da vida dele, então nem a sua vida real nem a sua vida na mídia social devem ser mais sobre o ex-.

"Ajudar um ao outro a curar"
nunca funciona

Eu tenho visto casos em foros onde o rejeitado e o rejeitador concordam em "ajudar um ao outro a curar" Comumente, eles eram os melhores amigos também como casal - pelo menos o rejeitado pensa assim - e eles concordam que eles são tão bons amigos que precisam ajudar um ao outro a passar pela dor.

Isto é errado em tantos níveis. Lembre-se, os seus papéis são totalmente diferentes. O seu/sua ex- rejeitou você. Claro que o ex- se sente mal, infeliz, culpado pela dor que está lhe causando, e muitas outras emoções, mas o ex- foi o único que quis o rompimento, não você. Você foi rejeitado, e esta dor é incomparável; o que o ex- sente é só uma fração de como você se sente. Não há chance do rejeitador poder "curar junto" com você porque ele não se sente nem de perto tão mal.

Portanto, é muito óbvio, mas muitas pessoas (inclusive eu na minha insanidade pós-rompimento!) esquecemos disto: foi o/a ex- que causou a dor, então não há chance dele ser capaz de ajudar você a curar-se. O rejeitador poderia verdadeiramente ter grandes intenções de ajudá-lo, mas se ele não quiser estar com você em um relacionamento, qualquer contato adicional até você estar curado só vai fazer você machucar-se mais e prolongar a sua recuperação.

canoe setting off to new life

A falta de contato também tem a grande vantagem de evitar que você perca (mais) o seu autorespeito. Todo o mundo, literalmente todo o mundo, passa pelo estágio de implorar / apelar / barganhar imediatamente depois do rompimento.

Ninguém quer ser rejeitado, machuca tanto, e a reação instantânea é dizer e fazer qualquer coisa para parar isto.

"você quer romper porque vocês não são compatíveis? Diga-me o que, eu mudarei qualquer coisa em mim mesma!" "Você quer romper comigo porque você quer ver outra pessoa? Sem problema, namore nós dois!"

Eu tenho visto exemplos horríveis como este nos foros da internet. Fazer dezenas de chamadas não respondidas em série, comprar presentes ridiculamente apelativos, etc., etc. rogando Iniciar a falta de contato imediatamente evitará que você passe por esta fase de súplica: Se você não tiver contato com o seu/sua ex-, você não será capaz de tentar vender o seu autorespeito por outra chance.

Quanto tempo manter a falta de contato?

Quanto tempo você fica sem contato depende inteiramente de você e a sua cura.

A internet está cheia de "política de 30 dias", "política de 60 dias", etc. Mas tirando tudo que eu tenho visto nos foros e experimentado eu mesma, a política mais estrita é a melhor política: absolutamente contato nenhum até você estar completamente, totalmente curada ou curado.

Até este ponto, qualquer contato só lhe atrasará e impedirá que você siga em frente suavemente. E para ser clara: esta política quase sempre significa contato nenhum por muito, muito mais que só alguns meses.

A ânsia de contactar o seu/sua ex- pode ser arrasadora às vezes, especialmente nas primeiras semanas e meses depois do rompimento. O seu desejo pelo ex- depois da rejeição é similar em termos de atividade cerebral ao vício de cocaína e você literalmente sofrerá sintomas de abstinência (veja a pesquisa de Helen Fisher de Rutgers, se estiver interessado/a: Reward, Addiction, and Emotion Regulation Systems Associated With Rejection in Love).

Algumas ideias do que fazer ao invés de contactar o seu ex-: escreva cartas para o seu ex- mas nunca envie-as; poste nos foros da internet, ou o seu próprio tópico ou threads astutamente intitulados "Poste aqui ao invés de contactar o seu ex-"; converse com os amigos e família para apoio; mantenha-se ocupada, saia e faça coisas (veja a seção Actividades deste guia se você quiser ideias de coisas para fazer).

As únicas razões para até mesmo contactar o seu ex- até você estar melhor, curado/curada são 1) a logística muito básica de rompimento, especialmente se vocês viverem juntos, tal como mudar-se, documentos, arranjos financeiros, etc.; 2) se você trabalhar com ele/ela, e 3) se vocês tiverem filhos.

A situação do trabalho é capciosa, mas pode ser contornada. Dependendo de quão íntimo foi o relacionamento de vocês e quanto o rompimento machucar, pode ser realmente um bom passo ver se você pode transferir-se ou mudar de emprego para não ter mais que ver a pessoa todo dia. Pode ser 3 meses, 6 meses, até mesmo um ano ou mais até que você realmente se sinta ok de novo, e trabalhar junto nesta época piorará tudo e o seu trabalho sofrerá.

Qualquer chefe ou alguém dos RH compreenderá - eles também são pessoas, e eles também querem o melhor para, e dos funcionários. Um casal que rompeu recentemente obviamente não funcionará bem junto, além do mais isto irá realmente incomodar os outros funcionários, então é pelo interesse da companhia e dos chefes ajudar a resolver.

Se absolutamente não houver jeito de evitar o trabalho junto com a pessoa, então a sua recuperação vai levar mais tempo e será mais penosa que do contrário, mas a única maneira de fazer isto é manter todo contato extremamente frio, breve, e somente sobre tópicos profissionais. Nunca permita qualquer conversa sobre qualquer coisa que não seja sobre o trabalho.

Como lidar com a comunicação com o/a ex- se vocês tiverem filhos juntos é um tópico enorme e potencialmente muito complicado e eu não tentarei discuti-lo aqui. Mas a ideia principal é a mesma que se você trabalhar com o seu/sua ex-: mantenha comunicação limitada somente a tópicos sobre as crianças, horários de visita, etc. há muito recurso na internet com muita informação e experiências pessoais sobre como lidar com esta situação.