Linguajar

Linguajar

Eu tenho notado que muitas pessoas tentam combater o rompimento recusando-se a mudar o linguajar.

Eles usam palavras como "meu namorado/namorada, marido/esposa ao invés de simplesmente dizer "meu/minha ex-" Eles usam o tempo presente ao invés do tempo passado quando se referem ao relacionamento, etc.

Não é uma grande coisa em si, mas é um sintoma da recusa em desapegar.

Este pessoa não é mais a sua cara metade. Ele ou ela é o seu ex-. E o seu relacionamento não existe mais, ele existiu.

Por mais que machuque, você tem que forçar a si mesma a fazer o seu linguajar refletir a realidade do presente.

Um outro deslize linguístico é constantemente usar palavras negativas, duras como "pesadelo, debilitante, insuportável".

Sim, eu sei que parece besteira, mas é a realidade: usar palavras como estas só prolonga a sua miséria e dá continuidade a sua autoestima. Mesmo quando conversar ou escrever só para você, tente usar palavras positivas para descrever a sua situação: "superar, curar, crescer, aprender, etc".

Quanto mais cedo você puder fazer isto, mais rápido você se curará.